Canvas MVP: descubra como criar um produto de sucesso

Você sabia que mais de 30% das empresas fecham as portas em apenas 2 anos de funcionamento? Com o Canvas MVP, seu negócio pode fugir dessa estatística.

 

Afinal, a ferramenta permite que uma startup teste de modo eficiente um produto (antes do lançamento), verificando se a ideia será aceita pelo seu público ou se existem mudanças necessárias para uma boa validação do produto. 

 

Se você não sabe o que é Canvas MVP (ou ainda tem dúvidas), continue lendo esse conteúdo! Aqui, você vai descobrir tudo que precisa saber sobre a ferramenta e como criar a sua.

 

Jornada da Startup

Clique na imagem para baixar o e-book Jornada da Startup, ou aqui.

 

Leia também: Deck pitch: o que é, como fazer e exemplos incríveis 

Leia também: Método Lean: 5 conceitos para aplicar no seu negócio

 

O que é MVP?

 

O Minimum Viable Product — Produto Mínimo Viável, em português — é um modo de validação de um produto. 

 

Basicamente, a empresa desenvolve uma versão com  apenas as funcionalidades básicas da ideia original, mas suficientes para que a solução seja testada por um grupo de clientes.

 

Desenvolvido por Frank Robinson em 2001, o MPV também possibilita que a empresa reduza os custos de lançamento de um produto ao demonstrar que determinadas funcionalidades não são necessárias (ou até apresentar alternativas mais baratas).

 

Ademais, ao aplicar de maneira estratégica o Produto Mínimo Viável, é possível adequar ainda mais a solução aos desejos da persona, evitando que o produto não seja bem recebido pelo público.

 

Então, o que é Canvas MVP?

Canvas MVP: ilustração de um personagem preenchendo um quadro azul com papéis

 

 

É uma ferramenta utilizada em conjunto a estratégia do MVP para validar a ideia de um produto. 

 

Criado de maneira visual, o Canvas MVP é uma excelente forma de enxergar claramente as especificidades mais importantes do Produto Mínimo Viável desenvolvido durante a fase de teste.

 

É possível criar o seu Canvas MVP em um quadro branco, uma folha grande de papel ou até mesmo em plataformas digitais — como o Microsoft Whiteboard ou Google Jamboard.

 

O importante é focar em garantir espaço suficiente para a equipe expor suas ideias, informações mais valiosas e aproveitar ao máximo a ferramenta.

 

Veja abaixo Canvas MPV exemplo e entenda melhor essa ferramenta:

 

Canvas MVP: imagem da tabela

 

 

 

 

 

 

 

 

Importância da ferramenta para o produto final

 

Ao desenvolver um Canvas MVP estratégico, sua startup tem a oportunidade de entregar ao mercado um produto que o público realmente deseja.

 

Além disso, essa ferramenta te ajuda a evitar exageros, ou seja, adição de milhares de funcionalidades que nem ao menos serão aproveitadas pelo cliente no fim.

 

Outra vantagem fundamental do Canvas de MVP é impedir que sua startup invista tempo e dinheiro (que no mundo dos negócios são a mesma coisa) na solução errada.

 

Afinal, pode até ser que a estratégia não ajude a desenvolver um produto de mega sucesso, mas, pelo menos, conseguirá anunciar no mercado algo que sua persona deseja e/ou precisa. 

 

Quais são os blocos do Canvas MVP?

 

Deseja aprender como fazer Canvas MVP?

 

Então, conheça abaixo os blocos que devem estar presentes na sua ferramenta e aprenda como preenchê-los da maneira certa!

 

Proposta do MVP 

 

Qual é a proposta deste MVP? 

 

Também titulado como “Visão do MVP”, esse quadro contém o objetivo central da criação do Produto Mínimo Viável, ou seja, a meta máxima que sua startup deseja alcançar.

 

Personas segmentadas 

 

Para quem é esse MVP? Podemos segmentar e testar este MVP em um grupo menor? 

 

Em vez de lançar o seu MVP para um grande grupo, escolha um segmento menor da persona para testá-lo, pelo menos inicialmente.

 

Conforme o produto for sendo aprimorado, sua startup pode apresentá-lo a mais pessoas, de modo a validar com mais segurança a qualidade e recepção da solução no mercado.

 

Jornadas

 

Quais jornadas são atendidas ou melhoradas com este MVP? 

 

Conhecer as fases da jornada do cliente — e quais são abordadas pelo Produto Mínimo Variável que está sendo criado — é fundamental para desenvolver a estratégia e entender os resultados obtidos.

 

Descreva também as jornadas que podem ser melhoradas devido ao MVP.

 

Funcionalidades 

 

O que vamos construir com este MVP? Quais ações serão simplificadas ou melhoradas neste MVP? 

 

Liste não só as funções do MVP, como também análise se o mínimo projetado é realmente o mínimo — e se reduzir ainda mais características não prejudicaria a viabilidade do MVP.

 

Resultado esperado

 

Que aprendizado ou resultado são almejados com este MVP? 

 

Ou seja, determine quais dúvidas sua equipe deseja sanar com o MVP, assim como os dados e resultados esperados. 

 

Métricas para validar as hipóteses do negócio

 

Como vamos medir os resultados deste MVP? 

 

No Canvas MVP, deixe claro também as métricas que serão utilizadas pela equipe para medir os resultados obtidos pelo Produto Mínimo Viável.

 

Custo & Cronograma 

 

Qual é o custo e a data de entrega deste MVP? 

 

Por fim, estabeleça o orçamento necessário para a criação do MVP, assim como os devidos prazos de lançamento do produto.

 

Além disso, tenha em mente o prazo necessário para que, após entregue o MVP, seja feito a coleta de dados e tomadas de decisões — desistir ou continuar? Quando será momento de decidir isso?

 

Nota final

 

Desenvolver o Canvas de MVP permite que uma equipe visualize claramente os principais requisitos da estratégia.

 

Com isso, a startup terá mais segurança ao lançar oficialmente um produto, dado que a solução já foi validada por parte do público-alvo!

 

Enfim, desenvolva um Canvas MVP inteligente e aproveite todos os benefícios listados ao longo do texto.

 

 

 

 

 

Adicionar um comentário


Comentários

Nenhum comentário